Tempo livre (Temps libre)

Instalação interativa, 2004
Samuel Bianchini

Desenvolvimento informático: Élian Chrébor (visual) e Thierry Fournier (som)
Animações: Patrick Hepner e Pascal Loddo
Produção: Arcadi (Action régionale pour la création artistique et la diffusion en Île-de-France) & Dispothèque
Agradecimentos à família Lemarchand

 

 

To download this image in high definition (Tiff), click here

To download this image in high definition (Tiff), click here

Tempo livre, Samuel Bianchini, 2004
Nuit Blanche, Paris, Percurso “Nuit de fête,” Belleville, noite de 1 a 2 de Outubro de 2005.
Fotografia: © Samuel Bianchini - ADAGP

 

 


Tempo livre é uma instalação interativa. Numa grande tela, podemos ver, em plano fixo, uma vasta e bela paisagem soalheira salientando uma falésia que mergulha no mar azul turquesa. Um pouco perdidas na paisagem, na parte de baixo da imagem, descobrimos duas zonas de jogo de um magnífico campo de golfe, um fairway e, mais longe, um green.
Assim que o espectador fala, grita ou produz sons diante desta imagem, estes são amplificados e filtrados a fim de criar um eco. Na ausência de som, aparecem na imagem alguns raros golfistas – de tamanho pequeno nesta escala – que se animam então, mas, em resposta aos sons, surgem outros golfistas que se tornam ativos. Os sons e a voz são captados e amplificados por um megafone que permite comandar e animar facilmente a imagem. Quanto mais forte, leia-se “opressora,” é a entoação, mais a imagem se anima: os golfistas tornam-se cada vez mais numerosos, mais animados; pode dizer-se até que se agitam em movimentos apressados ao ponto de se tornarem burlescos. A medida que a voz os comanda, os seus gestos tornam-se repetitivos e evocam progressivamente uma situação de “trabalho forçado.” O eco que ouvimos sugere mais uma zona delimitada que um vasto espaço aberto. O que era inicialmente um espaço de repouso e de relaxamento para privilegiados e um espaço de comunhão individual com a natureza, aparenta-se agora a um teatro arcaico de intensa atividade parecido com uma mina a céu aberto onde a liberdade é mais que condicionada. Inicialmente clichê de evasão social, esta imagem tornase uma armadilha à medida que é manipulada. Opera-se uma inversão da situação: os “jogadores-decisores” obedecem aos espectadores, que agora ordenam. Assim que estes últimos entram no jogo, é no papel de “carrascos.” O poder que exercem sobre a imagem revela tanto a sua frustração social quanto a previsível ocupação dos seus tempos livres.


 

 

 


To download this image in high definition (Tiff), click here


To download this image in high definition (Tiff), click here


To download this image in high definition (Tiff), click here

Tempo livre, Samuel Bianchini, 2004
Sport Factory, exposição coletiva, La Gare Saint-Sauveur, Lille, França, de 11 de Maio a 2 de Setembro de 2012.
Fotografia: © Samuel Bianchini - ADAGP

 



Tempo livre, Samuel Bianchini, 2004
Festival NEMO, Forum des Images, Paris, de 12 a 14 de Março de 2004.
Video - 3mn48s - Banda Larga recomendada
Imagens e edição: © Samuel Bianchini - ADAGP

 

 


To download this image in high definition (Tiff), click here

 

 
     
 

To download the image series in high definition (Tiff), click here

Tempo livre, Samuel Bianchini, 2004
Nuit Blanche, Paris, Percurso “Nuit de fête,” Belleville, noite de 1 a 2 de Outubro de 2005.
Fotografia: © Samuel Bianchini - ADAGP